As redes na sua vida - do bem ou do mal?

April 6, 2017

Para quem trabalha, estuda, busca recolocação, enfim, para todo mundo a internet tem o poder de ajudar muito e de prejudicar imensamente!

 

Me lembro que, quando criança, eu ia até a biblioteca da minha cidade para pesquisas dos trabalhos de escola. O problema era o acesso à informação. Hoje o problema é o excesso de informação! O legal da internet é que ela tem muita informação, mas o problema da internet é que ela tem muita informação!

 

Para quem busca mais produtividade, a internet e, em especial, as redes sociais são como um imenso self-service diante de quem quer perder peso: uma pessoa determinada e organizada terá o que precisa e descartará o que vai contra seus objetivos. Contudo, será uma armadilha frustrante para quem não estiver atento!

 

Há cerca de dois anos fiz um curso pelo EDX sobre Comunicação Estratégica, da Purdue University, onde Neil Armstrong estudou. O curso iniciava falando do mar de informações da internet e como gerar informações relevantes. Mas o que chamou minha atenção é que antes de aprender a gerar, o curso apresentava técnicas de como consumir informações relevantes, justamente para que, antes de oferecer algo, nos coloquemos no lugar de quem busca informações e não quer se perder com distrações ou conteúdo fraco.

 

A internet também está cheia de informações sobre como não se afogar navegando em seu conteúdo. Quero compartilhar aqui o que eu uso, com base em minhas pesquisas e formações. Algo que funciona para mim!  Não sei quais redes você utiliza, mas a receita vale, basicamente, para todas.

 

1 - Para gerar mais produtividade na sua carreira, busque pessoas, grupos e comunidades com o mesmo interesse que o seu, da sua área de atuação. Não se envolva em uma quantidade exagerada de grupos. Eleja os melhores com base no conteúdo, participação, consistência e fidelidade ao propósito do grupo. Por exemplo, grupos onde só encontramos propaganda não conseguem agregar muito, mesmo que a propaganda seja relevante e você venha a precisar destes serviços, é bem melhor escolher fornecedores que apresentam uma porção real do que vendem. Um indicador deste tipo de grupo é que ninguém “dá like”, compartilha ou comenta os posts, justamente porque só vendem, não contribuem em nada.

 

2 - Tenha equilíbrio entre trabalho e lazer. Pessoalmente não adoto a política de seguir milhares de pessoas no Instagram somente para que eu também seja seguido. Nele, minha timeline é lugar de relaxar com as mais belas paisagens do mundo, admirando a beleza do que Deus criou para nós e outros assuntos do meu interesse pessoal. Separe a sua rede social destinada ao lazer, aquele momento onde você relaxa um pouco vendo e lendo algo que gosta. E tenha para esta rede as mesmas regras e o mesmo filtro que sugeri acima.

 

 

3 - Defina e anote, literalmente para fins de monitoramento, os horários que você dedica às redes. Seja fiel ao que definiu e reavalie constantemente. Cuidado com frases como “eu sei quanto tempo passo no Facebook”, “não fico muito tempo no WhatsApp”! Esqueça o abstrato e o indefinido!  Tenha clareza do quanto as redes estão consumindo do seu tempo, assim não cairá nessa armadilha. Ao definir quando acessar, lembre-se de que lugar de trabalho é para trabalho! Se necessário, remova o aviso sonoro das redes sociais para evitar a tentação na hora de trabalho. Mesmo o simples fato de olhar para o celular quando toca, já tira o seu foco do que estava fazendo. Se você trabalha também pelo WhatsApp, tenha sempre o cuidado de identificar o que é profissional do que não é, dando a cada um a atenção certa no horário certo. O uso indevido de redes sociais no trabalho, seja pelo computador do escritório ou pelo celular pessoal, é assunto antigo e já atrapalhou a vida de muita gente.

 

 

Tudo ao seu redor pode ser utilizado para te ajudar ou te atrapalhar. Há aproximadamente 2.150 anos atrás foi escrito “o bem e o mal estão diante do homem; o que ele escolher, isso lhe será dado” (Eclo 15,18), faça a escolha certa para receber o que realmente deseja!

 

Então, vamos lá, comece já!

 

* Anote quais redes vai priorizar (para lazer e para sua carreira)

* Pesquise grupos e pessoas que vale a pena seguir.

* Pare de seguir o que não está agregando valor .

* Elabore um controle, pode ser um local onde você vai anotar a hora em que entrou e saiu da rede.

* Compare esse controle com o seu planejamento para saber se está sendo fiel ao tempo, horário e conteúdo.

 

Gostou? Fez sentido para você? Então vamos espalhar o bem, compartilhe, marque alguém que vai se beneficiar com estas dicas.

 

Te desejo sucesso!

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts

Recomeçar no mercado

November 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 5, 2019

October 29, 2019

October 1, 2019

September 17, 2019

Please reload

Arquivo